2 de jun de 2009

VIDA


Disposta a me expor simplesmente por medo
ela causa estragos em dias opostos, e juntando
Rascunhos obscuros e encobertos
fratura a leveza pendurada em meu astral.

É preciso que o céu leve adiante a harmonia
visto que minha estrela foi roubada.
E que transforme minha poesia estagnada
na lua cheia com seu gesto delirante e teatral.

Algo me diz que a luta é bem quista pela sombra
ela é como um raio que pergunta ao firmamento
o que é a pobre discordância do amor no infinito
quando a luz não alcança o meu espaço sideral.

Então pra que serve a expansão cósmica afinal,
se nessa atmosfera o amor é Deus, e seus filhos
apenas orbitam uma aposta divina, jurando que
todo esse espetáculo ínfimo é a resposta pra tudo,
e o chamado do tempo justifica a opinião dada?

3 comentários:

  1. Olá Héctor,

    Tive um imenso prazer em conhecer sua página.
    Gostei bastante de seu estilo.

    Bjs

    ResponderExcluir
  2. Não sabia que você sabia tanto da Lua. Bonito isso: “Algo me diz que a luta é bem quista pela sombra, ela é como um raio que pergunta ao firmamento”.

    ResponderExcluir
  3. bonito naum Flavio; maneiro! maneiro!!

    ResponderExcluir